quarta-feira, 12 de agosto de 2009

Nada procurava

Deve ser lido ao som de "I still haven´t found what I´m looking for"

Nenhuma montanha à minha frente,
nem por pastos verdejantes andei
no momento em que nada procurava
te encontrei

Muralha nenhuma me impedia
não corri, não sofri, não rastejei
no momento em que nada procurava
te encontrei

Não ardia de paixão minha vida
Não cantava os lábios que beijei
no momento em que nada procurava
te encontrei

Línguas de anjos, mão de demônios
Nem calor, nem frio eu passei
no momento em que nada procurava
te encontrei

Ao sentir a alma em chamas,
Meu coração descansarei
no momento em que nada procurava
te encontrei

6 comentários:

Vilma Mello disse...

Nada procurava e encontrei esse poema. Lindo

Beijos

Vilma

Raquel disse...

...mas eu ainda não encontrei o que estou procurando...

Rondinelly disse...

Um salmo.
Mote: "Eu não procuro, eu encontro" (Pablo Picasso)

Juliana disse...

Eu não procurei esse blog e achei.

clau disse...

Quem procura acha, e quem nao procura tb!...
Normalmente eu nao curto poesia mas esta, sem que nem acreditasse, eu achei super legal.
Verdade!
Bjs!

Bel disse...

Mandei via e-mail pra Namorado, que nem estava procurando...