domingo, 12 de julho de 2009

Alta traição

Nikolas Lenau (1802-1850) foi um poeta austro-húngaro romântico. É muito pouco conhecido no Brasil, exceto por alguns admiradores de Alban Berg que musicou alguns dos seus versos.

Esse é um dos que compõe o conjunto das 7 canções da juventude de Berg. Se quiser, pode ouví-lo aqui

Admito que é um caso de alta traição:

A canção do junco

Por trilhas secretas da floresta
Ao rio me achego ao entardecer
Aos juncos vou, solitária fresta,
Meus pensamentos de ti encher

Escurece o bosque o anoitecer
Sussuram os juncos um mistério
Lamentam juntos meu triste ser
Choram comigo meu choro sério

Como ouvindo namoro da brisa
Suave e doce ecoa sua voz
E, pelas águas, lenta desliza
Encantada em direção à foz

Claro, se você é um purista que prefere o original, aí vai:

Schilflied -Nikolas Lenau

Auf geheimem Waldespfade
Schleich’ ich gern im Abendschein
Na das öde Schilfgestade,
Mädchen, und gedenke dein!

Wenn sich dann der Busch verdüstert,
Rauscht das Rohr geheimnisvoll,
Und es klaget und es flüstert,
Dass ich weinen, weinen soll.

Und ich mein’, ich höre wehen
Leise deiner Stimme Klang,
Und im Weiher untergehen
Deinen lieblichen Gesang.

3 comentários:

Anônimo disse...

Que bela traição, é como olhar as flores no jardim enquanto o beijaflor as rodeia

Beijos de domingo

Vilma

Anônimo disse...

...como é bom o encantamento.
Linda traição!
beijos

Juliana disse...

A traição é linda, já o original eu não faço a mais remota idéia.