sábado, 15 de março de 2008

Cavaquinha no efó


Eu trabalho com marketing direto e as pessoas que sabem do que eu vivo adoram guardar pérolas raras para mim. Me mandam cópias de e-mail marketing, me contam histórias hilárias de operadores de telemarketing e, claro, sempre me trazem as malas-diretas que julgam ser os piores exemplares da história (engraçado é que só me trazem os maus exemplos, quando recebem algo legal ao invés de guardar para mim, compram o produto..)

Uma das minhas aquisições recentes me foi presenteada por uma amiga. É uma mala direta de uma rede de motéis (não sei se são da mesma rede ou fazem sua propaganda de forma cooperada) anunciando uma "Semana de culinária baiana", segundo essa amiga, não é a primeira vez que eles fazem algo semelhante, já teve a semana italiana, a francesa, entre outras. Imagino que a especialidade da rede seja uma combinação de Kama Sutra com Cordon Bleu.

Óbvio que as piadas e trocadilhos são inevitáveis. Culinária baiana num motel deve ser um programa apimentado. O nome do prato com sururu deve ser sururuba. Eles não cansavam de se mungunzá. Vatapá pode ter diversas interpretações e, claro, sempre corre-se o risco de um efó recheado. Caruru (não confunda com sururu - uma coisa é uma coisa, outra coisa é outra coisa) usa quiabo com azeite de dendê e bastante amendoim, já imaginou ?

Agora, a pergunta que não quer calar é : que tipo de pessoa vai a um motel para comer, ops, para se alimentar ? Será que alguém consulta o Guia 4 Rodas antes para saber se o restaurante é estrelado ? Fico imaginando situações :

Antes :
- Querido, faz tempo que a gente não vai, não é mesmo ?
- Tempo mesmo, você está com vontade ?
- Claro ! Se você estiver animado posso até pedir para minha mãe cuidar das crianças.
- Hummm.. nesse caso acho que a gente podia ir no Motel X que está com uma promoção de cavaquinha no efó...
- O que ?? Enlouqueceu ?? Nunca, jamais em tempo algum... esquece.

Durante :
- Ai, ai, ai...que delícia...
- É verdade, acho que nunca tinha visto um assim.
- Agora o que eu quero é um nabo...
- Cru ?
- Cru não...molha antes no dendê...

Depois :
- Acho que você abusou daquele creme...
- Mas sem o creme estava difícil de engolir, ainda mais mole do jeito que estava.
- É verdade, mas isso nunca tinha acontecido antes...
- Fala a verdade !
- Verdade verdadeira, acho que eles trocaram o chef, antigamente tudo vinha al dente...

Detalhe importante : minha amiga não sabe, mas motel só manda mala direta para clientes cadastrados que aceitaram receber propaganda (que eles não são bobos de criar problemas para os clientes), mas eu fingi concordar com sua afirmação de que "esse povo de marketing direto fica mandando propaganda para qualquer um..."

4 comentários:

malmal disse...

hum, lembrei de um outro post em que alguem questionava algo tb sobre o que fazer num motel, bem, bem...esse povo anda desavisado ou eu com minha mente poluída demais, tenho os motéis definidos para outros fins, que não orgias gastronômicas...em todo caso, é ruim receber uma correspondência deste tipo...já diziam, NUNCA, JAMAIS seja réu confesso...

bijim

Lou Mello disse...

Inclusive aquele russo, o Manoel Gomes, estava no motel e tocou seu celular, ele atendeu e disse: Querida , ó raios, como me descobristes no motel?
Nem adianta dizer que essa piada é muito velha. Problema é que não lembrei de nenhuma outra de motel. Mas tentei, pelo menos.

Cristiana Soares disse...

Agora a sua amiga já sabe que ela não é "qualquer um" :-)

Vilma disse...

Motel é motel.Restaurante
é restaurante.