sexta-feira, 22 de maio de 2009

Além mar

Vamos ver, voar, velejar
Vamos molhar os pés no mar.

Ondas nos esperam, amantes,
Entre vagas ilhas distantes

Inventar novos amores.
Desinventar todas as dores.

Sermos beijados pelos ventos
Metamorfose dos tormentos

Esquecer que o mundo insiste
em negar que o amor existe

4 comentários:

Rubinho Osório disse...

Tomo a liberdade de te mencionar, novamente, no meu blogue, porque gostei demais de teu poema.

clau disse...

Parece ter sido escrito la em Iguape, principalmente no que se refere à "metamorfose dos tormentos".Hihihi.
Brincadeira: gostei, pq tem um que de meiguinho, como diria a minha filha.
Bjs!

Fábio Adiron disse...

Rubinho: notei que você é um fã de poesia..

Clau: KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

Lucey disse...

Portanto: Vamos fugir...
Beijos