quarta-feira, 12 de novembro de 2008

Traição lunar

Eu tenho o hábito de trair com freqüência, desde que comecei esse blog já foram quase 20 vezes.

Já traí com sofisticação e com simplicidade. Sempre usando a língua como ferramenta.

Hoje eu cometo uma traição popular, uma letra de música simples mas, ao mesmo tempo bem elaborada. Alguns talvez a achem piegas. Particularmente eu gosto muito

Leve-me prá lua

Leve-me prá lua
Num romance que não parte
Ver a primavera
Seja em Júpiter ou Marte
Quero dizer, dê-me a mão
Quero dizer, te beijar

Encha-me a canção
Neste canto sempiterno
Tudo que eu queria
Do teu jeito assim moderno
Quero dizer, eu proclamo
Quero dizer, eu te amo.

O original de Bart Howard é

Fly me to the moon
Let me play among the stars
Let me see what spring is like
On a-Jupiter and Mars
In other words, hold my hand
In other words, baby, kiss me

Fill my heart with song
And let me sing for ever more
You are all I long for
All I worship and adore
In other words, please be true
In other words, I love you



4 comentários:

Lucila disse...

Singelo mas nem por isso menos belo! Fazia tempo que não ouvia essa música!
Beijos

Anônimo disse...

Fábio,
Uma linda declaração de amor.Usufrua a inspiração.
Atualmente, eu sou mais ...Under my Skin,hahaha... a vida traz boas surpresas
beijos

Vilma disse...

Fábio,

eu também gosto muito dessa música. Suas traições estão cada vez melhores...

beijos,

Vilma

Lou Mello disse...

Tudo de primeira, a música, a letra e o cantor. Assim, qualquer um vai à lua.