quarta-feira, 4 de junho de 2008

Traições de um troglodita

Eu tive um chefe inglês que me chamava de troglodita porque eu falava quatro línguas - ele sabia exatamente o que significa a palavra, mas o humor britânico é assim mesmo.

Em mais uma aventura traidora, eu ataquei um poemeto do Robert Louis Stevenson - aquele que ficou famoso com "A ilha do tesouro". Como o poema é muito curto, brinquei de fazer versões em francês e espanhol :


Esse exercício é dedicado à Izabel que me apresentou ao Stevenson, poeta :


Love - what is love? A great and aching heart;
Wrung hands; and silence; and a long despair.
Life - what is life? Upon a moorland bare
To see love coming and see love depart.
(Robert Louis Stevenson)

Versões :

Amor, que é o amor? Coração de enorme dor
Mão premida, silêncio e longo desespero
Vida - o que é a vida? Em pleno pântano vazio
Ver do amor a chegada e a despedida.


Amour - qu'est-ce que c'est l´amour ? Un grand et douloureux coeur ;
Mains extorquées ; silence ; désesperance
La vie - qu'est-ce que c'est la vie ? Sur une bruyère nue
Voir l'amour venir...voir l'amour partir.


¿Amor - que es amor? Un corazón grande de dolor;
Manos sacadas; silencio y una desesperación
¿Vida - que es la vida? Sobre una paramera desnuda
ver amor el venir y ver amor salir.

Para entender minha prática traidora, veja aqui onde ela se origina. Para outras traições, basta usar os marcadores à sua direita

4 comentários:

Juliana disse...

Lindo. Obrigada pela dica do Stevenson.

Prof.Braulio França disse...

Tomara mesmo que ele não te persiga...

Vilma disse...

Nem ligo mais para suas traições, elas já estão "encaixadas" na minha rotina. Traição curta e com significado, você já está craque nisso, nem desculpas tem usado mais.kkkkkk

clau disse...

Ciao Fabio!
Resolvi dar um pulinho aqui para me redimir da minha alienaçao ali no orkut...
E entao, pelo que vejo, tb eu seria uma troglodita...boh!
E tb adorei ler " A ilha do tesouro", nos anos que ficaram la atras!
Voltarei aqui para ler tudo com mais calma,ok?
Bjs!