terça-feira, 1 de dezembro de 2009

A punto de resbalar

Ella es maravillosa es una estrella que calma tu alma
Resbalando con mi cabeza hasta llegar
Hasta lo más alto (La cruda)

Estava a ponto de escorrer.

Parou momentaneamente entre a íris e os cílios.

Júlia parada defronte à carta que recebera não acreditava no que lia.

Claro que isso era apenas força de expressão.

Tanto acreditou que se emocionou.

Tanto se emocionou que teve dificuldades para conter as lágrimas.

Tanto conteve que não chegou a chorar.

Mas uma delas ficou pendente até cair.

Resvalando na maçã do rosto até chegar aos lábios.

Um tempero de sal e de paixão.

2 comentários:

Juliana disse...

Poesia, definitivamente é poesia.

Vilma Mello disse...

Não existe tempero melhor
beijos de terça