quarta-feira, 25 de novembro de 2009

Dante e Beatriz

...che nessun la si può recare a mente, che non sospiri in dolcezza d'amore. (Dante Alighieri)

Muito jovens se conheceram, mas não passou de um encontro fugaz. Apesar disso, Dante gravou na sua mente a imagem de Beatriz, e nunca mais se esqueceu dela.

Tinham a mesma idade, ou algo muito próximo disso. Cresceram separados. Os poucos encontros que tiveram não permitiram que se conhecessem de fato. O que não impediu Dante de ser eternamente apaixonado por ela.

Um dia, Dante começou a ter visões de Beatriz. E as visões se multiplicavam de tal forma que começou a anotar e arquivar cada uma delas.

Ele tinha a impressão até de que estava roubando algo da amada. Ela nem sabia que o fato estava ocorrendo.

Nesse momento ele ensaiou uma aproximação sem muitas perspectivas, apesar disso ela deu sinais que percebia sua existência.

Ele já estava começando a ficar animado quando, um dia, ela desapareceu sem deixar sequer sinais de fumaça.

Ninguém mais tinha notícias dela. Tentaram falar com o pai, o senhor Portinari, nem ele sabia. Dante resolveu que iria encontrá-la, nem que para isso precisasse ir até o inferno.

E partiu, deixando para trás toda a esperança, exceto a de conquistar a amada.

Navegou pelos 9 mares, enfrentou tempestades de vento, chuvas ácidas, sobrevoou precipícios. Sem sucesso. Nada era capaz de expiar seu desejo de encontrar Beatriz.

Não foi fácil, teve de desviar de grandes rochas, mudar atitudes e purgar erros. Mas esse caminho o levou ao céu.

Só mesmo nesse lugar que Dante, finalmente, encontrou Beatriz. Tão perfeita que apenas as esferas celestes poderiam recebê-la.

Se era mesmo o céu, de fato, ninguém nunca soube explicar, mas estar com ela era como se fosse.

O céu que passou a ser o idílio dos amantes. Desde sempre e para sempre

3 comentários:

Vilma Mello disse...

Aí que lindo... não tenho outras palavras

beijos celestes

Anônimo disse...

Puxa!... quase me apaixone pelo Ciro..hahahaha
abraços

Juliana disse...

Literalmente ele foi até o inferno por ela.