sexta-feira, 6 de novembro de 2009

Conticulóides zôoftalmológicos

Miopia

A leoa, exímia caçadora das savanas, escondida, observava a manada de gnus que se aproximava lentamente dela. Lambia os beiços só de pensar no regabofe que teria naquela noite. Deu o bote e avançou feroz. Quando chegou perto percebeu que não eram gnus, mas rinocerontes. Demorou mais de dois meses para se recuperar das múltiplas fraturas

Hipermetropia

Arnolfo, o jacaré, morava naquela lagoa desde que nascera. Ali dera suas primeiras nadadas, comera as primeiras tilápias, casara e reproduzira. Conhecia cada palmo do lugar e vivia sossegado. Até o dia em que, chegando em casa encontrou a mulher e deu-lhe um abraço de tamanduá. Foi o suficiente para sentir uma forte mordida no rabo. Não era a sua casa, nem aquela a sua mulher.

Astigmatismo

Tato, o sapo, estava emagrecendo a olhos vistos, mas ninguém conseguia descobrir o porquê, ele se recusava a admitir qualquer problema. Um dia sua amiga rã Zinha observando-o à beira do brejo descobriu seu segredo. Ele não conseguia caçar mosquitos. Toda vez que disparava a língua errava o alvo. Não estava doente, era fome mesmo.

Presbiopia

João era um pavão. Vaidoso como só um pavão pode ser, se recusava a admitir que estava chegando à meia idade e perdendo algumas de suas habilidades. Todas as manhãs arrancava as penas brancas que surgiam, por mais que cansasse continuava subindo em telhados e exibindo sua plumagem para toda pavoa que passasse por perto. Até o dia em atacou o leque japonês de uma frequentadora do parque, achando que se tratava de um rival. Foi mandado para uma fazenda num local remoto onde passou o fim dos seus dias se exibindo para galinhas d´angola.

Ambliopia

Cyrano de Averrois era um grande campeão no Jockey Club de Freetown jamais tinha perdido um páreo. Seu proprietário começava a ter prejuízos pois as apostas nele pagavam cada vez menos, resolveu levá-lo para algum hipódromo onde fosse desconhecido. Descobriu um em Canberra, nas mesmas condições do que Cyrano corria, exceto pelo fato de que era disputado no sentido anti-horário. Investiu pesado na primeira corrida, pois sabia que depois da vitória, ninguém mais apostaria contra ele. Perdeu tudo. Cyrano, virado para o lado errado, chegou em último lugar.

3 comentários:

Vilma Mello disse...

O seu zoôlogico está de lascar...hahaha

beijos de sexta

clau disse...

Achei uma gracinha tudo isto, alem de muuuuito didatico tb!
Apesar de ser astigmatica com toques de presbiopia, amei o hipermetrope do jacare e ri com o pobre cavalo...
Bjs!

Juliana disse...

Não era no Daktari que tinha uma leoa que via tudo em dobro?