segunda-feira, 19 de outubro de 2009

Encandilado

Existem algumas palavras que só funcionam bem em suas línguas de origem. Podem até ser traduzidas, mas perdem muito de sua força e do seu impacto.

Um exemplo disso é o termo, em inglês, disgusting, onde até o som se assemelha ao significado. E não adianta tentar traduzir por desagradável, nojento...nem o nosso asqueroso tem esse sabor disgusting.

Recentemente eu aprendi uma outra, dessa vez em espanhol. É a palavra encandilar, que é um golpe que a vista recebe ao ser impactada por uma luz forte e repentina.

A tradução seria ofuscar (até existe o termo encandear em português, mas quem é que o usa?)

Encandilar tem suas origens na palavra candil (o nosso candeeiro). Ninguém mais usa candeeiros, mas frequentemente somos encandilados.

Dependendo de qual é a fonte de luz, pode ser melhor ser encandilado do que obnubilado (sim, isso é português).

É o meu caso.

Eu tenho uma luz que consegue a façanha de me encandilar todas as vezes que eu a vejo. A essa altura do campeonato eu já deveria ter meus olhos preparados para as suas aparições.

Mas ela me surpreende todas as vezes, como se fosse a primeira e, ao contrário do que seria a reação normal, quando me encandila, eu abro mais os olhos e vejo o mundo ainda mais azul.

Enquanto essa luz me encandilar, tenho certeza que verei tudo de forma mais clara.

3 comentários:

Bel disse...

Oooow, sweet!

Que você continue sempre encandilado!

Vilma Mello disse...

Que lindo...

beijos de segunda e ótima semana!

Juliana disse...

Como funciona com lâmpada fluorescente?