segunda-feira, 5 de abril de 2010

A insopitável antologia de Março

Todos os meses eu seleciono os melhores comentários do mês anterior e os publico aqui completamente fora de contexto.

O jogo é justamente lê-los sem voltar aos textos que os provocaram, posso garantir que é bem divertido assim.

...o nome não ajudou muito.

Poderia ele estar em Praia Grande, com 40 graus a sombra, após umas e outras?

Afinal de contas, finalmente casei...

..você vai me achar uma idiota???

me apaixonei pelo heroi de espuma.

ele só não morreu porque não era obeso...

Gostei do teu crime!

Tenho certeza que você comanda uma quadrilha com esses elementos.

Só se a fada viesse fazer enquanto eu durmo...

Seus filhinhos eram réplicas perfeitas de seus pais..

Os nossos sonhos mais enraizados costumam ser vistos como exóticos aos olhos dos outros.

preferi dançar do que jantar...

Estavam ensaiando para um baile de debutantes ou 15 anos??

Reclamações, fale com Roberto...

a autora deve ter dormido, e esqueceu de contar!

vai tornar essas algias crônicas

Sua insanidade merece uma gema...

O ex-marido foi padrinho?

Mas, quase 3 horas é impossível!!!

Eu ando precisando de uns desastres

Adorei, especialmente a parte do vômito no tapete persa.

maluco começou a achar que existem contos perfeitos..

estes contos nem sempre tinham os finais adocicados

3 comentários:

Vilma Mello disse...

Eu nem estive aqui...

Beijos de segunda feira

Bel disse...

Hahahaha e o meu "finalmente casei" foi de doer, né não???

Fico com vontade de mandar as antologias por e-mail, como se fossem aquelas mensagens bem sérias, mas só daria certo se pudesse ver a cara das pessoas quando lessem o e-mail. #fail.

Elis Zampieri disse...

Fala sério... Insopitável... Essa eu jurei que você tinha inventado.