terça-feira, 20 de maio de 2008

De Adiron para Adiron desde 1890

Me lembro que quando estava no 2o ou 3o colegial fiz um trabalho sobre o movimento dadaísta e me encantei com a sua total insanidade. Tzara e Duchamp continuam sendo modelos para esse blog.

Na lição de hoje do Samuel (4o ano, que significa a nossa antiga 3a série) , ele precisava escrever um poema dadaísta (mon Dieu de la France...o que ele não vai ter de fazer com 20 anos ?!?), tomando como referência um poema de Kassak

"Die Schlacht (A Batalha)*

"Berr... bum, bumbum, bum...
Ssi... bum, papapa bum, bumm
Zazzau... Dum, bum, bumbumbum
Prä, prä, prä... râ, äh-äh, aa...
Haho!...

(Ludwig Kassak)

Resolvi publicar aqui a primeira insanidade do meu filho :

A chuva

Ho ho ho ho ho ho ho ho ho
cabrum...cabrum...
tr..tr..brum...
ti...ti...ti...ti...ti...
ti...ti...ti...ti...ti...

(Samuel Adiron)

Segue a seguinte legenda que ele mesmo colocou :

Ho ho - vento
Cabrum - trovão
tr...tr.. chuva fraca
ti...ti... pingos de chuva

*Recomendação importante, o texto de Kassak deve ser lido em alemão

13 comentários:

Lourdes disse...

Eu amei, lindo Fábio, nossas crianças são demais!
Bjos
Lourdes, mãe da Lia Luiza de Brasília

solange disse...

[experimentalista, espontâneo, fazem montagens de imagem, junção entre diferentes formas de expressão, incorpora objectos, sons...]
Não há melhor definição para o que os personagens principais de nosso mundo down de ser possam se expressar. Muito lindo... nos faz ficar bobões, afinal conseguiu escrever e se expressar dadaíticamente. DÊ um beijo nesse talento.

Vilma disse...

Samuel é muito criativo e cuidadoso ao colocar significados para os sons, já sabe que quem escreve tem que se fazer entender. Diga-lhe que mandei um "smaaack" bem estalado!

smaaack= beijo

malmal disse...

Insano ? po de a té ser , mas te supera, o cuidado com os leitores dele é muitíssimo maior, enquanto ele coloca até legenda pra garantir o entendimento, o pai , canta , tô nem ai e manda a gente se virar com o Houaiss...

Vais perder os seus leitores..

Bijoks pro Samuel, pra vc carinhos de consolo do segundo lugar hahahhaha

Veronica disse...

Adoreiiii,
bjs
veronica

eliane disse...

Parabéns!!!Samuel.
Mais um escritor na família.
beijos no seu coração

PATRICIA FONO disse...

GENTEE Q COISA MAIS CRIATIVA .. É UMA METALINGUAGEM COM TOTAL COMPREENSÃO E AINDA CASO ALGUMAS PESSOAS NÃO TENHAM TAMANHA CRIATIVIDADE E SENSIBILIDADE P´RA ENTENDER AS ONOMATOPEIAS ; ELE EXPLICOU ... TD DE BOM EESTA POESIA .. BJKS SAMUEL

pat disse...

Ai que saudades da sala de aula... Retornando, é o que vou fazer, voltar a fazer o que mais gosto, ser professora!
Acompanhar, estar juntos das crianças, aprender com elas...
O poema do Samuel, a imagem que voce fez questao, ainda bem, de colocar pra gente ver... Dá uma alegria sem fim. Toda expressao das crianças é maravilhosa... Poxa, parabéns pra professora, pros pais...
Tenho acompanhando minha filhota aqui, cada passo, cada dificuldade na escola, cada avanço...
bjos

Fábio Adiron disse...

O melhor de tudo...e uma hora vou filmar, é ele declamando o poema...risos

O Samuel agradece a todos que leram e comentaram (mostrei para ele)

Juliana disse...

E viva o novo senhor Antipirina!!

Anônimo disse...

Já que você postou uma imagem que eu nem vi, poderia postar também ele declamando para agora eu enxergar!

Diga ao Samuel que...
plá plá plá plá plá plá!
eh eh eh eh eh eh eh,
Samú, Samú, Samú, Samú!
do MAQ.

Rina disse...

Parabéns para o Samuel... é de uma criatividade genial...
valeu só por ver minhas filhas interpretando o poema...
nunca havia escutado a leitura de um som de vento mais sensacional!
Parabéns para vocês, pais, também!
Beijos

arimarcampos disse...

Samuel .
Muito ,muito inteligente e criativo o que você escreveu.
Adorei mesmo!
Beijos.