terça-feira, 7 de setembro de 2010

Panis non conficitur sine farina.

Maria minha broa

Há dias que você não aparece na minha padaria e meu pumpernickel está muito sovado com saudades da sua focaccia.

Você sabe que és para mim mais que uma miga, é o croissant dos meus olhos e o vienoise dos meus desejos

Lembro do dia que lhe dei aquele brioche e você não deu batata para mim. Não me queijo. Depois te conquistei de forma e integral.

Minha baguete anseia pela sua ciabatta, não se faça de banha que o tempo pode ficar preto.

Quero de novo beijar seu chapati e mordiscar suas bisnaguinhas.

Me disseram que andas com um francês, mas eu te vi mesmo foi com aquele cacetinho gaúcho.

Que raiva! se você não voltar, passo minha bengala em ti, sua pita.

Manuel

9 comentários:

Vilma A. de Mello disse...

É por identificação ou inspiração?

hahaha

beijos

Fábio Adiron disse...

Mais inspiração Vilma...mas sempre tem um pequeno percentual de identificação. Especialmente com os brioches.

neli araujo disse...

Ah, Fábio...

Sinto dizer, mas a sua Maria fugiu

com os 7 Boys!

Ótimo post! Adorei!

bjs

clau disse...

Se fosse a Maria, eu daria o maior bolo nele e iria cantar em outras padarias, pq este Manuel é mesmo um pao duro de se roer...!
Pq nem todo mundo é, assim, um "biscuit" que mereça uma colher de cha. rss
Bjs, Fabio!

Taty disse...

Ah, fiz bem em ter lido este post depois de terminar o meu petit déjeuner....Yummy......Beijos

Bel disse...

Hahahaha fazia tempo que não ouvia a expressão "cacetinho", que é como chamam o pão francês em Salvador.

Elis Zampieri disse...

kkkkkkkkkkk. De sobremesa este teu texto, me caiu muito bem!

Arimar disse...

Fábio.
Avisa o Manuel que vi uma mulher, aqui na fila prolongada da padaria(devido ao feriado), mas estava pedindo sonho. Deveria ser ela, e estar confundindo com a história do outro dia!!!! he he he
Beijos

Raquel disse...

ULALÁ !!!! " MINHA BAGUETE ANSEIA PELA SUA CIABATTA"