quarta-feira, 22 de setembro de 2010

Cortina de fumaça

Arnaldo nunca fora ciumento mas, já há algum tempo, começara a desconfiar do comportamento de Veronica. Ela passava mais tempo fora de casa, alguns dias chegava tarde e, mais de uma vez, achou que ela estava com roupa diferente da qual tinha saído.

Começou a questioná-la. Bo começo, de forma discreta, depois de maneira mais incisiva. Ela sempre tinha uma história, sempre envolvendo Magali, sua melhor amiga.

Tinha almoçado com Magali. Ido ao cinema com Magali. Passeara no shopping com Magali. Arnaldo tinha certeza que a amiga estava acobertando Veronica. Tinham intimidade suficiente para isso e a amiga fazia o papel de cortina de fumaça.

Chegou mesmo a aparecer de surpresa no restaurante preferido delas num dia que Veronica disse que ia almoçar com Magali. Quebrou a cara. As duas estavam mesmo almoçando, e riram muito dele.

Arnaldo não se conformou. Alguma coisa existia e ele precisava descobrir. Todas as quartas-feiras Veronica dizia que ia passear com Magali e sempre chegava tarde. Numa dessas quartas-feiras Arnaldo escondeu-se no porta malas do carro de Veronica. Ela saiu no horário de sempre, parou no meio do caminho e pegou alguém cuja voz ele, de dentro do porta-malas não conseguiu identificar.

O carro parou. Ele ouviu as portas fecharem e esperou um pouco para sair. Estava certo, o carro estava estacionado na garagem de um motel. Arnaldo pegou a câmera do celular e se preparou para dar o flagra na mulher e no amante.

Meteu o pé na porta do quarto e entrou aos berros. Veronica assustada, também gritou e escondeu o amante debaixo dos lençóis. Arnaldo mirou a câmera, arrancou o lençol com toda sua força.

E encontrou Magali nua.

5 comentários:

Raquel disse...

Veronica nunca mentiu.Arnaldo é que tinha dificuldades em acreditar.

Vilma A. de Mello disse...

Me lembrou o tempo de faculdade... moderno esse conto, ou seria uma crônica?

beijo de quarta feira

Bel disse...

A cortina era mesmo de fumaça. Ele esqueceu que onde há fumaça, há fogo... (Mas esse fogo, viu? Tô foooora!!! kkkkk)

clau disse...

Esta me recorda muito aquela estòria do Ross e de sua primeira esposa, a qual terminou por troca-lo por uma sua fidelissima amiga, la na extinta sèrie Friends... Hihihi!
Bjs!

Taty disse...

Essa de esconder o amante...melhor ficar quieta! Beijos