terça-feira, 7 de outubro de 2008

Inescondível

Ainda falta um pouco, mas eu caminho a passos largos para minha primeira metade de século. Já passei por várias situações comuns, outras inusitadas, muitas divertidas e algumas nem tanto.

Agora, pela primeira vez na minha vida, sei que estou sendo rastreado, coisa que nem minha mãe, na minha adolescência, nem minhas namoradas, na minha juventude, o fizeram.

Ou, se fizeram, nunca com os mesmos recursos tecnológicos atuais.

A responsável por esse fato é a companhia de seguros que detém a apólice do meu carro, que instalou o aparelhinho no veículo.

Eles afirmam de pé juntos (e de contrato assinado) que só acionam o rastreamento caso eu ligue para lá dizendo que o carro foi roubado. Quem garante ?

Nunca vou saber se na central de rastreamento não tem um curioso que fica monitorando a vida dos segurados.

Por via das dúvidas tenho andado mais a pé e já me garanti comprando o meu bilhete único.

10 comentários:

Vilma disse...

Por conta da segurança (será?) perdemos a privacidade, meu maior monitoramento não vem dos radares, mas das línguas e dos olhares.TÔ nem aí...

E o pensamento voa... disse...

Oi, Fábio!

Nossa, nunca havia pensado neste aspecto do rastreamento, rsrsrs
bom, meu carro não tem o tal "Ituram"...
O que mais gostei no entanto, foi a imagem que conseguiu! "Bestial", como diria meu amigo Portuense!
Um abração!
PS:
Olha, pena que meu tempo anda tão limitado...andei dando uma lida no teu blog "Inclusão" e gostei muito! Vou te linkar, ok?
Neli (se você ainda não souber, sou prima do Volney, rsrsrs)

Mariazinha_ disse...

nossa que coisa, agora além dos vizinhos tem isso ai é? achei que rastreador fosse só para caminhões, aqui acho que ainda não chegou esta novidade. nem vou gostar quando chegar, só faltava essa, :)
beijo, amigão. beijo nos meus amiguinhos lindos.

Ana disse...

Eu tb tenho um desses no meu carro, mas nunca havia pensado no uso indevido por parte dos funcionários da empresa .... :O

Abraços

malmal disse...

"Eles afirmam de pé juntos (e de contrato assinado) que só acionam o rastreamento caso eu ligue para lá dizendo que o carro foi roubado."

bem. como o Natal está chegando e eu acredito em duendes, pq não acreditar?
mas veja vc, eles poderiam usar isto como uma vantagem, afinal seria bastante útil para o caso de sequestros...só não serve pra quem tem companheiro ciumento...

bijok, como a Vilma..tô nem ai ...

Lou Mello disse...

Boa idéia! De agora em diante, direi a todos que ando a pé para me livrar do rastreamento da seguradora. :)

Paulo Cesar de Oliveira disse...

Gostei...assim pelo menos a Regina para de me perguntar quanto tempo vou demorar pra chegar em casa, quando já estou na esquina.
Brincadeiras a parte, seu texto está cada dia melhor.

Braulio França disse...

Eu não duvido, podem fazer o que quiser, pois quem supervisiona o sistema são eles mesmos...ainda bem que meu carro não tem um desses! ou não?

Taty disse...

Sempre achei que O Grande Olho fosse uma utopia...........mas que nada! Está aí firme e forte.

Vilma disse...

Li hoje no vidro traseiro de um carro: "veículo rastreado por linguarudos" ahuahuahuahua!