sábado, 16 de abril de 2011

Viver o grande amor

Mas tudo isso não adianta nada, se nesta selva oscura e desvairada não se souber achar a bem-amada — para viver um grande amor. (Vinicius de Moraes)


Mais que canções, mais que poesia para viver um grande amor

Mais que orquídeas ou bombons de cereja, para viver um grande amor

Mais que palavras, muito mais que palavras.

É preciso paixão que não se acaba

É preciso paciência nos contratempos

É preciso coragem.

Mais que confiança, é preciso entrega

Mais que crenças, é preciso certeza

Mais que sinceridade, é preciso transparência

Ao fim e ao termo, só se vive o grande amor quando se encontra a grande amada.

Mesmo quando ela é bem pequenininha.

E só se vive o grande amor, se ela amar na mesma desproporção arrebatadora com a qual é amada.

Obrigado meu grande amor.

Primeiro e último.

Desde sempre e para sempre.

5 comentários:

clau disse...

Ahm...? rss rss
Fabio, penso que é melhor vc me mandar um torpedo ou, mm, me escrever um email para eu entender bem o "status quo" em que vc se encontra, ok?
Bjs!

Taty disse...

O amor é eterno?

Fábio Adiron disse...

Clau: te mandei notícias do status quo...

Taty: sim, quando se acha o grande amor, também se descobre que quando é amor mesmo, é eterno

Vilma A. de Mello disse...

O "tudo" sem amor é nada...Que seja eterna sua alegria

Bom dia!!!

Raquel Jacobsen disse...

...mesmo que o primeiro e grande amor ainda não tenha chegado...eu sinto falta dele,e espero...e por ele dedico todos os meus sentimentos,os melhores...e para ele construo castelos,os mais lindos...e para ele mantenho o meu coração sereno...para viver o grande amor.