sábado, 11 de dezembro de 2010

Cefalalgia

Não era nada diferente do que acontecia entre outros casais. Mariana algumas vezes estava com dor de cabeça e, quando isso acontecia, Jorge ficava desconcertado olhando para o teto.

Acontece que, num dia em que Mariana realmente estava com uma dor de cabeça infernal Jorge não se conteve e disse que ia ser com ou sem dor de cabeça. Mariana ensaiou um protesto, mas acabou cedendo. Era melhor aguentar a dor de cabeça do que se arranjar outra.

O que ela não esperava é que mal tinham acabado, a dor de cabeça desaparecera completamente. Quando comentou isso com Jorge ele deu um riso irônico, até parecia que ele tinha acreditado na tal da dor.

Mas Mariana sabia que a dor era real antes e inexistente depois. Tentou entender o que tinha acontecido, não conseguiu e resolveu que aquela situação precisava de uma comprovação científica.

Dias depois Mariana teve um dia cheio de reuniões externas. Ficou muito tempo na rua, debaixo de sol forte. As pontadas na cabeça começaram no final da tarde. Ao chegar em casa não teve dúvida, preparou um jantar romântico para esperar Jorge. Foi tiro e queda. A dor de cabeça que piorara com o vinho do jantar, sumira horas depois.

No dia seguinte Mariana jogou fora todos os seus analgésicos. Não precisava mais deles. Se a dor surgisse, Jorge era o seu remédio.

Depois de algumas vezes ele mesmo começou a acreditar na história e passou a ligar para a mulher quando voltava para casa para saber como estava a cabeça. Quando ela dizia que estava ótima ele imediatamente puxava algum assunto que a preocupasse. Ela brincava que ele só dava dor de cabeça para ela.

Chegaram as férias e foram para a praia. Naquele ambiente tranquilo e despoluído Mariana não tinha suas habituais dores de cabeça. Dias se passaram sem nada acontecer, até porque Jorge se acostumara a só intervir em caso de dor. Nem as invenções de Jorge para deixá-la tensa funcionavam.

Chamada pelo vizinhos que ouviam os gritos de Mariana, a polícia encontrou Jorge segurando a mulher pelo pescoço e batendo sua cabeça na parede

5 comentários:

Ponto de Fuga disse...

Acho que agora vou pensar duas vezes antes de dizer que estou com dor de cabeça.
:-0
...... e viva o parecetamol..rs
Beijo querido!

Consciência Nutricional disse...

E o pior é que é verdade!!!
Ahhh...as endorfinas!!!

Taty disse...

Ai ai ai.....Fabioooooooooooooo!!!!!!!!!! Só você mesmo, fico na espera de um final feliz maravilhoso e pronto! Caio na risada. Beijos

Bel disse...

Se eu disser que esse remédio funciona, você acredita? Claro que não pras enxaquecas com náusea, ponto de luz, etc. Mas pra dor de cabeça tensional, é tiro certeiro! ;)

clau disse...

Me parece que as endorfinas sò faziam mm bem à pobre Mariana... rss rss
Bjs!