terça-feira, 27 de janeiro de 2009

A incoercível antologia de Dezembro

...às vezes me pego acionando o controle do portão como se ele fosse abrir o verde do sinaleiro...

Taí!!! Vivo numa cidade niilista!!!

Daqui a pouco não vai ter saburra suficiente para tantos dípteros.

Nunca tente decifrar um ralo.

Nunca havia entrado "de cabeça" no ralo assim como você entrou.

Preciso parar de visitar blogues estrangeiros...

...jamais admitiria um cibório ao meu lado.

Só faltou um mussaranho.

Devia ter outros atributos, porque parecia feia demais.

Conduzindo batatas verdes quentes para o inferno de Dante...

Isso me acontece sempre que chupo muitas laranjas...

2 comentários:

Juliana disse...

Olha eu na fita de novo. Bem vindo de volta à ativa.

Vilma disse...

Por aqui loucos varridos não vão para debaixo do tapete.Hahahaha